Home Health & Medical Pesquisadora da UFPB cria inseticida que mata o mosquito da dengue

Pesquisadora da UFPB cria inseticida que mata o mosquito da dengue

UFPB Foto: Divulgação/UFPB

Uma colaboração técnica entre a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Algodão) tem como objetivo a produção e comercialização de inseticida feito do extrato de agave híbrida, uma variante melhorada geneticamente em laboratório, com o intuito de obter uma planta mais resistente a pragas.

O inseticida de agave (sisal), planta cultivada em regiões semiáridas, mata o mosquito Aedes aegypti em qualquer uma de suas fases de vida (ovo, larva, pupa ou adulto).

A pesquisadora responsável pelo invento, a professora Fabíola Cruz, do Departamento de Biologia Celular e Molecular da federal paraibana, destaca que a parceria tem vários benefícios.

“A mais importante delas é que a gente está criando algo para combater um mosquito que causa muitas doenças, não só a dengue, mas a Zika e a Chikungunya”, ressalta a professora.

Neste ano, até a 24ª Semana Epidemiológica, foram registrados 3.393 casos prováveis de dengue na Paraíba, segundo o Boletim Epidemiológico Nº 05, de 22 de junho, da Secretaria de Estado da Saúde, referente a arboviroses. Quanto à Chikungunya, foram notificados 402 casos prováveis e 81 para a doença aguda causada pelo vírus Zika.

A eficácia do inseticida na eliminação do Aedes aegypti já é comprovada e, entre outros benefícios, estão o baixo custo, ação rápida e o fato de não ser tóxico para outros animais.

O objetivo da parceria com a Embrapa é conseguir empresas que possam produzir esse inseticida em escala comercial.

“Nem a UFPB e nem a Embrapa têm condições de produzir, de tornar o inseticida comercializável. Então, para isso, precisamos de um agente externo, que seria uma indústria”, explica a pesquisadora, destacando ainda o papel da Agência de Inovação Tecnológica (Inova) nessa articulação com o setor privado.

Por meio da produção e da comercialização, a pretensão, com este convênio, é também gerar renda para os produtores de sisal na Paraíba, a exemplo do município de Pocinhos, onde a Embrapa tem parcerias e oferece apoio aos trabalhadores rurais.

“Hoje, os produtores que vivem da cultura do sisal têm a sua renda muito diminuída porque a planta vem perdendo importância. Já teve muita relevância no passado, porque a fibra do sinal era muito utilizada na indústria, e hoje está sendo substituída por fibra sintética. Quando a gente faz uma descoberta como essa, isso volta a tornar o sisal importante”, defende a professora Fabíola.

De acordo com Everaldo Paulo de Medeiros, pesquisador da Embrapa Algodão e que também é um dos inventores do inseticida, cerca de 95% do sisal é descartado no lixo, pois 80% é o suco ou extrato da planta, justamente a parte utilizada para produzir o inseticida; 15% é a mucilagem, que é a parte gelatinosa do sisal; e apenas 5% é a fibra.

Segundo ele, a cultura do sisal envolve um contingente com aproximadamente 500 mil postos de trabalho no Brasil, desde o cultivo no campo ao beneficiamento na indústria. No Nordeste, os estados da Bahia, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará são os principais produtores.

A criação do inseticida, patenteado pela Inova UFPB, também teve a colaboração dos pesquisadores Valdir Braga, Louise Oliveira, Patrícia Sousa e Gabriel Nascimento. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected]

Leia
também: 
Mulher
é arrastada em carro por aproximadamente 10 metros em JP; suspeito é
o marido

+ Saiba
o que fazer se não estiver conseguindo acessar o aplicativo Caixa
Tem

+ Auxílio
emergencial: ainda estou em análise, vou receber as 5 parcelas?

+ Acabou
o prazo para pedir auxílio emergencial, ainda posso recorrer?

+
Veja como solicitar o Passe Legal para ônibus pelo WhatsApp

+ Jacaré
é resgatado em banca de ‘jogo do bicho’ em João Pessoa

Siga
Instagram Facebook do
Portal T5 
e
fique bem informado!

Adicione
o WhatsApp do Portal T5: (83) 9 9142-9330.

  • Tags:
  • Pesquisadora
  • UFPB
  • inseticida
  • mata
  • mosquito
  • dengue
  • estudo
  • Produção
  • equipamentos
  • O que mata o mosquito da Dengue?

Read More

Must Read

Singapore enters worst recession in 55 years, ministry downgrades growth forecast

Among the sectors hit the hardest were construction, transportation and storage, as well as the accommodation and food services sector. — Reuter picSINGAPORE, Aug 11 — The government has downgraded Singapore’s growth forecast for 2020 as the country enters into its worst recession since independence.  From an initial projection that the economy will shrink between…

Court orders Uber, Lyft to reclassify drivers as employees in California

(CNN Business)Uber and Lyft were ordered by a California court on Monday to reclassify their drivers in the state as employees, marking the latest escalation in an ongoing legal battle over a new law impacting much of the on-demand economy.The companies will have 10 days before the order takes effect to allow for an appeal,…

NZIER report states increasing benefits would enhance the economy

RNZThe National Party is criticising the government's list of "shovel-ready projects", meant to kickstart the economy, for not generating enough jobs for women.Boosting benefits could help the economy, a new report by the NZ Institute of Economic Research (NZIER) says. Increasing benefits could create a short-term fiscal stimulus, in turn increasing productivity and GDP, the…

Uber quiere que sus empleados tengan vacaciones y seguro médico

Desde que Uber llegó al mercado, una de las grandes críticas que ha enfrentado está relacionada con las garantías, protección y apoyo que brinda a sus empleados y colaboradores. Para muchas organizaciones y autoridades de gobierno, es un problema importante que Uber no reconozca a sus choferes y repartidores como empleados. El argumento parece sólido;…

Mutual funds deal with a moment of truth

MUMBAI : Like thousands of retail investors across India, Prasouk Jain, 31, a New Delhi-based lawyer took to equity investing when the market nosedived in March 2020. He did so by investing in stocks as well as mutual funds but is far happier with the outcome in direct stocks. “My returns are about 35% in…